domingo, maio 17, 2009

PASSA-TEMPO


Há tempos abandonei os "passa-tempos". Palavras-cruzadas, jogos dos sete erros e outros estratagemas para engabelar as horas.


Para quê passar o tempo se o tempo é vida? Você já pensou quantas vezes já esteve enrolando o tempo ou como diz a letra da música: "deixando a vida entrar no nariz", apenas?


Ontem, uma jovem amiga teve seu tempo encerrado na face da terra e a vida agora não lhe entra mais pelo nariz. Anteontem ela cuidava do seu cotidiano tão cheio de obrigações, tarefas com tranquilidade e sem a noção de que o dia seguinte seria o último.


Reflito sobre isso e convido você visitante ou amiga (o) a refletir.


4 comentários:

Analuka disse...

Às vezes, me surpreendo quando ouço alguém dizer que está "entediado" e não sabe o que fazer para "passar o tempo" (ou seria para preencher vazios?...). Pergunto-me então como algumas criaturas (pouco criativas, ou tão entediadas, tediosas) não conseguem sentir desejo ou atração por tantas possibilidades que existem para usarmos nosso TEMPO com amor, arte, intensidade!!! São tantas as opções, que, por vezes, para os mais "apaixonados" pela existência, o dia parece "curto" para fazer tudo o que se gostaria.
Sim, algumas pessoas, nos finais de semana, ficam "perdidas" por causa da quebra na rotina de trabalho, sem horários ou obrigações para "empurrá-las" para frente ou fazê-las funcionarem (como peças da engrenagem). Mas, porque não aproveitar TODO o tempo, o de trabalho ou de lazer, para extrair algum prazer, algum aprendizado, para sentir, refletir, amar, voar, crescer?...
Se lembrassem ou soubessem que o dia seguinte pode ser o último, talvez algumas pessoas despertassem para a Vida e tentassem desfrutar com mais sabedoria e coragem desta mágica e mistério que é a existência!

Beijos azuis alados, caríssima.

Analuka disse...

Quando receberei a honra de uma visita tua em minha página, caríssima?... Faz muuuuuuuuuuuuito tempo que não apareces por lá!... Beijinhos.

Analuka disse...

Homenageei alguns artistas lá em meu blog azul. Staëll Di Lukka também está lá. Te convido a apreciar a dança de matizes! Abraços alados azuis.

Analuka disse...

Menina "sumida", que nunca me "visita", nem mesmo quando sua arte é homenageada, em meu blog!... Pois é, viver a vida com arte, amor, intensidade, HOJE e no PRESENTE, sem esperar o dia de amanhã para dizer o que é importante! Isto é algo que poucos fazem, mas muitos fariam, se lembrassem que amanhã podem não estar mais aqui... Beijos pintados, Mon Amour.